Categorias
Internet Lemonblue Internet

Facebook ou Google+: qual é melhor?

Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

Ainda que os números apontem grandes diferenças, a batalha é de gigantes. De um lado, a rede de Mark Zuckerberg, com cerca de 1 bilhão de usuários; do outro, a segunda maior rede social do planeta – o Google+, que vem conquistando e agradando cada vez mais usuários – alguns, inclusive, “roubados” do Facebook.

Especialista em redes sociais, a jornalista e blogueira Samantha Samegui tem perfil cadastrado e usa “bastante” as duas redes sociais. No Facebook ela entrou há muito tempo, principalmente para manter contato com amigos que fez no exterior. Já o Google+ ela começou usar mais recentemente; há quase um ano.

A jornalista, que escreve sobre comportamento e cultura para famílias, administra algumas “fanpages” no Facebook, ainda que prefira a rede para manter contato com amigos. Já no Google+, o uso é mais profissional – seu perfil já tem quase 400 mil seguidores.

Ela explica que no Google+ há facilidade para se seguir assuntos “macro” de interesse, e que agora ocorre um processo de criação de comunidades, que eram bem famosas no Orkut e, no Facebook, são os grupos. “Agora a gente pode importar a comunidade do Orkut e essa é uma ferramenta interessante: você importa tudo o que tinha na sua comunidade (não todos os fóruns) e as pessoas que faziam parte são convidadas a entrar na nova”, comenta Samantha.

E por essa atividade intensa nas duas maiores redes sociais do mundo, ela conseguiu avaliar diferentes usuários e aplicações nas duas plataformas.

“Nas comunidades é que há um foco e as pessoas conversam mais do que no Facebook. As pessoas querem interagir; quando você posta um conteúdo, elas respondem”, diz.

Já no Facebook, segundo ela, as pessoas até clicam ou curtem as coisas que você publica, mas a maioria não interage – ou quando responde, acaba usando outro meio para conversar.

Claro, assim como a Samantha, já existe muita gente experimentando as duas plataformas, mas ela acredita que a maioria dos usuários de uma ainda não testou a outra.

“As pessoas que usam as duas ainda não encontraram esse modelo, elas tentam repetir o de um para o outro e eu não sei como elas vão encaixar. Eu acho que a tendência é que elas acabem preferindo uma”, opina a jornalista.

Talvez o grande destaque do Google+ fique por conta de suas ferramentas e toda integração com aplicativos do Google, como Gmail e Hangouts, por exemplo. O Facebook tem chat em vídeo, mas a ferramenta não oferece as mesmas funcionalidades do bate-papo em vídeo do Google+. Na rede do Google, os usuários podem criar um “ponto de encontro” e conversar em grupo ou assistir a um vídeo do YouTube juntos.

“O Hangout é uma ferramenta que eu uso para as reuniões com a minha equipe que estão em trabalho remoto, especialmente agora que eu estou em casa porque estou em licença maternidade”, comenta Samantha, que faz o alerta: “Quando as pessoas migrarem, se elas migrarem, para o Google+, eu acho que ele tem ferramentas por enquanto melhores.”

Outra diferença que vale destaque é o feed de notícias. No Google+ é mais fácil receber atualizações sobre os assuntos que mais lhe interessam. É possível, por exemplo, escolher temas como “tecnologia” ou “artes” e saber tudo o que está rolando sobre o assunto sem ser interrompido por uma publicação de um amigo ou uma foto.

Outra constatação: o usuário do Facebook, hoje, está principalmente nos dispositivos móveis como tablets e smartphones. Já no Google+, o uso ainda é maior no computador.

Agora, se tivesse que escolher…

“O público ainda é maior e você encontra todo mundo lá. Enquanto o Facebook for o lugar que você encontra todo mundo, ainda vai ser melhor, não há nenhuma ferramenta que seja melhor do que as pessoas, porque você entra em rede social pra ter contato com os outros.”

E você, o que prefere? Também já experimentou as duas maiores redes sociais da atualidade, Facebook e Google+? Será que a plataforma do Google algum dia vai superar a de Zuckerberg? Deixe sua opinião nos comentários. Participe, faça parte da comunidade mais conectada do país e alimente mais uma saudável discussão.

Via: Olhar Digital 

Categorias
Google

Google leva Street View ao prédio mais alto do mundo

Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

O Google levou o serviço Street View para capturar imagens do interior e do topo do Burj Khalifa, o prédio mais alto do mundo.

Inaugurado em 2010 na cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, o Burj Khalifa possui 828 metros de altura e 163 andares e é o primeiro arranha-céu capturado pelo Google para o Street View.

Segundo o Google, foram necessários três dias para capturar imagens panorâmicas da parte interior e exterior do Burj Khalifa.

Para tal, o Google contou com o auxílio das ferramentas fotográficas Street View Trekker e Trolley, a mochila e o carrinho, respectivamente, utilizados pela empresa para capturar imagens em locais onde o carro do Street View não entra.

Com as novas imagens agora é possível explorar o prédio mais alto do mundo. Pode-se passear pelo deck de observação do 124ª andar, por meio das unidades de manutenção localizadas no 80º andar ou visitar o andar mais alto já ocupado no mundo, no 163º andar.

Via: Info 

Categorias
Dicas

F15D: Como ganhar dinheiro na internet com a Network

Neste post você vai aprender como a F15D funciona e como ganhar dinheiro na internet

A F15D é um projeto colaborativo onde todos os membros se compartilham nas redes sociais do jeito certo e aprendem como engajar da melhor forma com objetivo de monetizar na internet gerando tráfego (visitas) orgânico.

A F15D conta com mais de 3.600 membros sendo uma startup disruptiva baseada na Economia do Compartilhamento.

Quais ferramentas a F15D disponibiliza?

A F15D conta com diversas forma para você gerar tráfego. Entre elas: Sistema de engajamento de redes sociais, agendador para Facebook, blog otimizado para ganhos com anúncios, centenas de aulas disponíveis para você dominar o Facebook, criação de artigos e compartilhartilhamento de posts.

Na F15D você terá:

  • Sistema de interações e engajamento;
  • Agendador para Facebook com Repositório Viral;
  • Blog otimizado para ganhos com a internet;
  • Super blog para divulgar e ganhar;
  • Super aulas para criar sua comunidade do jeito certo;
  • Máquina Inteligente de Vendas;
  • Grupo de Membros e Estratégias;
  • Suporte personalizado e premium;
  • Grupo para ser um super Afiliado;
  • EAD com mais de 100 cursos.

Como fazer parte da F15D?

O Plano da F15D garante aesso a todos os recursos descritos aqui e ainda novidades futuras que são incluídas constantemente. Aproveite, faça parte hoje da maior comunidade disruptiva da internet.

Categorias
Notícias

Portal auxiliará jovens que desejam estudar fora

Renata Pereira Moraes, coordenadora do Estudar Fora: apoio a jovens talentosos
Renata Pereira Moraes, coordenadora do Estudar Fora: apoio a jovens talentosos

A Fundação Estudar estreia, na segunda-feira (17), um portal dedicado a preparar jovens brasileiros com idade até 35 anos para estudar fora do Brasil em colégios e universidades de ponta em países da Europa e Estados Unidos.

De acordo com Renata Pereira Moraes, coordenadora do portal Estudar Fora, o site reunirá serviços de treinamento e informações para orientar os estudantes que, antes, ficavam restritas aos frequentadores da Fundação Estudar, entidade fundada há vinte anos para fomentar o estudo fora do Brasil.

“Nossa fundação atua na qualificação de jovens talentos, enviando-os para as universidades e colégios mais avançados do mundo. Grande parte da nossa experiência, no entanto, não estava facilmente disponível para qualquer estudante, por isso, decidimos criar um portal para reunir todas estas informações”, afirma Renata.

Segundo a coordenadora do Estudar Fora, o portal reunirá dados para atender desde estudantes que já falam inglês fluente e apenas desejam tirar dúvidas sobre a vida fora do Brasil até iniciantes, que ainda precisam obter proficiência na língua estrangeira para tornarem-se aptos a disputar uma vaga numa instituição de ensino do exterior.

Oportunidades de bolsas, tipos de cursos disponíveis, onde morar e até dicas para adaptar-se à vida universitária em outro país serão publicadas no Portal. De acordo com Renata, o site atenderá alunos que desejam fazer o ensino médio no exterior, encontrar uma universidade ou mesmo fazer uma pós-graduação fora do Brasil. “Nosso enfoque é bastante amplo”, diz.

Além das informações sobre cursos, o portal reunirá ferramentas de treinamento, como vídeos em inglês e palestras ministradas por professores e ex-alunos de instituições de prestígio. “Os vídeos em inglês serão legendados, mas considero importante que o aluno ouça as explicações na língua estrangeira, como forma de habituar-se ao idioma que escutará em sala de aula”, afirma Renata.

Entre as iniciativas digitais da Fundação Educar está uma ação de crowdfunding que ajuda a financiar os estudos de jovens talentosos sem recursos. Um dos projetos em andamento busca arrecadar recursos para financiar os estudos da estudante Bárbara Cruvinel Santiago, 17 anos.

Bárbara concluiu o ensino médio no colégio Objetivo, na cidade de Santos, em São Paulo, e tenta arrecadar R$ 108 mil reais para estudar física na Universidade de Yale, nos Estados Unidos.

Via: Info

Categorias
Microsoft

Microsoft libera Office para iPhone

Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

É preciso pagar por uma conta no Office 365 para usar o aplicativo

A Microsoft enfim colocou no ar a versão do Office para iOS. Arquivos Word, Excel e PowerPoint podem ser lidos e editados a partir de um dispositivo da Apple, mas nem todos.

O Office Mobile só funciona em iPhone e iPod; nada de iPad. E também é preciso pagar por uma conta no Office 365 para usar os recursos – até para abrir um documento o programa pede login.

Os que se enquadram nessa situação terão quase toda a experiência prometida: criação e edição só estão disponíveis para textos e planilhas; não dá para criar uma apresentações de forma móvel. Se seu arquivo estiver na nuvem, a sincronização é automática.

O app ainda está disponível apenas na App Store americana, mas há versão em português, como você pode conferir aqui.

Via: Olhar Digital 

Categorias
Google

Olhar Digital testa o Google Glass

É uma sensação bem futurística e interessante”, segundo o repórter Cesar Schaeffer

Uma novidade digital vem mexendo com a imaginação de muita gente: o Google Glass. Nós tivemos o privilégio de experimentar a novidade. O gadget futurista que só deve chegar às lojas dos Estados Unidos no final do ano. Quem nos cedeu a oportunidade foi o publicitário Walter Longo, uma das pouquíssimas pessoas no Brasil a testar a versão “Explorer” do Google Glass. Por enquanto, foram colocadas à venda apenas duas mil unidades do dispositivo; para comprar uma delas era preciso se registrar e ser escolhido pelo Google…
“O nosso o objetivo é entender a usabilidade dele e passar a desenvolver aplicativos e interfaces que colaborem para que tenhamos o mesmo número de celulares como uma coisa comum”, opina Walter Longo, presidente / New Energy.

O “Google Glass” projeta uma pequena tela logo acima do campo de visão do usuário; ali, aplicativos podem mostrar mapas, músicas, previsão do tempo, rotas e até fazer chamadas de vídeo, tirar fotos e – ao mesmo tempo – compartilhar tudo através da internet. O dispositivo pode ser controlado tanto pela haste sensível ao toque quanto por comandos de voz.
O César, nosso repórter, foi quem teve a chance de experimentar o Google Glass.

“É uma sensação bem futurística e interessante. Ainda que só funcione em inglês por enquanto, é muito fácil interagir com os óculos. O reconhecimento de voz não falhou nenhuma vez; a haste sensível ao toque também é muito precisa. Mas o que surpreendeu foi a qualidade da telinha projetada; só usando mesmo para ter ideia. É até muito melhor do que aparece no vídeo de divulgação que eles lançaram algum tempo atrás”.

“Naquele momento eu falei: esse negócio é incômodo, esquisito, mas vai fazer história. É uma sensação de que é algo que ainda estranhamos, mas seguramente tem um futuro que vai impactar nossas vidas”, diz Walter Longo, presidente / New Energy.

O Google Glass tem conexão Wi-Fi, Bluetooth e pode usar o smartphone como ponto de conexão à internet – inclusive através da rede 3G. A lente de projeção não ocupa todo o campo de visão do usuário, mas tanto nosso repórter quanto o publicitário concordam que ainda é meio estranho ficar “olhando para o nada” enquanto conversa com um óculos…

“A coisa mais estranha é que, quando estou com ele, olho como se fosse um autista, com foco diferente da pessoa com quem estou falando. O olhar perdido no horizonte dá a sensação de que não estou prestando atenção em você, quando na verdade estou”, explica Walter Longo, presidente / New Energy.

Por enquanto, nessa fase inicial de testes, o dispositivo ainda traz poucos aplicativos. Mas a ideia de distribuir as primeiras unidades nas mãos certas é exatamente esta; que essas pessoas experimentem e pensem em aplicativos que podem realmente revolucionar o nosso dia a dia, assim como fez o telefone celular. Ideia é o que não falta: no hospital, por exemplo, usando o Glass o médico pode acompanhar os sinais vitais do paciente enquanto faz uma cirurgia. Na propaganda especificamente, o publicitário prevê muito uso da realidade aumentada.

“Eu vou pegar um produto, e ele vai reconhecê-lo e, com isso, passar a dar informações nutricionais e didáticas que ajudam na decisão de compra”, diz Longo.

Via: Olhar Digital 

Categorias
Facebook

Como receber todas as atualizações de contatos no Facebook?

Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

Rede social filtra maior parte do conteúdo postado por usuários e fanpages

Talvez você não tenha percebido, mas muito do conteúdo que seus contatos postam em seus perfis e as informações divulgadas pelas páginas no Facebook não chegam até o seu feed de notícias. Isso porque a rede social filtra boa parte do conteúdo que chega até você, por mais que seu “curtir” dê a entender que você queira receber todos os posts da pessoa ou página.

Mas isso pode ser contornado. Segundo o AllFacebook, para ver todos os posts de seus contatos e páginas curtidas, basta criar uma lista e incluir seus favoritos. Desta forma, você terá acesso a todas as postagens destas pessoas.

Para isso, na lateral direita do feed de notícias, clique em “Mais”, no item “Amigos” e seleciona “Criar Lista”. Feito isso, basta adicionar todas as pessoas cujo conteúdo mais lhe interesse, bem como as fanpages.

Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

Assim que os contatos forem adicionados, basta acessar esta lista e todos os posts serão exibidos em ordem cronológica.

Via: Olhar Digital