Categorias
Dicas

6 erros que podem estar afastando os clientes do seu site

Cerca de 74% dos consumidores fazem pesquisas online no seu site antes de realizar uma compra ou contratar um serviço, segundo dados da TNS.

É indiscutível que ter um site é essencial para que uma empresa ou profissional liberal ganhe mais visibilidade na internet e, assim, conquiste um maior número de clientes.

Porém, existem algumas dicas que precisam ser levadas em consideração na hora da criação e gestão da página, tanto para transmitir confiança e credibilidade ao negócio, como para proporcionar uma boa experiência ao usuário, fazendo com que ele continue em seu site.

Erro 1: Não atualizar o site com frequência

É muito importante manter seu site sempre atualizado, com informações relevantes de mercado, lançamentos, promoções e, principalmente, últimos trabalhos realizados. Um site atualizado transmite mais credibilidade ao negócio, além de impulsionar o posicionamento do site em mecanismos de buscas, como o Google por exemplo.

Com a plataforma de criação de sites do F15D por exemplo, é possível gerenciar o conteúdo sozinho, sem a necessidade de um programador ou designer. Além disso, as alterações podem ser feitas tanto por desktop quanto pelo celular, o que facilita a atualização.

Erro 2: Não se preocupar com o layout

O site é o cartão de visitas da empresa ou profissional. Por isso, é importante que o layout passe confiança ao usuário. Tenha o cuidado com a curadoria das informações, como imagens, vídeos e textos. Além disso, tenha em mãos seu logotipo para que a identidade seja desenhada de forma única em seu site.

Erro 3: Imagens ruins ou sem resolução

As imagens também possuem papel importante no desenvolvimento de sites, principalmente para profissionais criativos como fotógrafos, designers, decoradores e arquitetos, por exemplo. Por isso, é essencial preocupar-se com resolução e dimensão das fotos utilizadas.

Confira nosso post com 10 Dicas para fotografar melhor com smartphone

Crie sua loja virtual na Nuvem Shop
Crie sua loja virtual

Erro 4: Navegabilidade ruim

Páginas que demoram muito a carregar podem fazer com que o visitante desista do acesso, 40% dos internautas abandonam sites que levam mais de 3 segundos para carregar, de acordo com pesquisa da Kissmetrics.

Por isso, pensar na navegabilidade e na velocidade de carregamento é essencial para manter as pessoas na página.

Erro 5: Design não-responsivo

Atualmente, de acordo com dados da FGV, o Brasil possui 280 milhões de dispositivos móveis (celulares e tabletes) conectáveis à internet. Nos sites criados na F15D, cerca de 70% dos acessos são de navegações mobile.

Por isso, ao programar um site, também é necessário pensar na usabilidade em todos os dispositivos,desktop, smartphones e tablets.

Não ter um site responsivo faz com que a página fique desconfigurada na tela, prejudicando a experiência do usuário e podendo até afastá-lo da sua página.

Erro 6: Não fornecer seus contatos no site

Ao criar uma página na internet, é necessário também fornecer ao usuário uma forma de entrar em contato com você, para tirar dúvidas, fazer sugestões e, principalmente, adquirir o serviço que você oferece.

Coloque um formulário de contato e/ou informações como e-mail e telefone, de preferência em uma área de fácil acesso do site. Se o internauta tiver que procurar muito para adquirir esses dados, ele pode perder o interesse.

Deixe seu site mais seguro de acordo com as regras do Google, com o certificado de segurança SSL. Inclua o HTTPS no seu site. 

Categorias
E-commerce

12 motivos para uma loja física criar um e-commerce e começar a vender online

Ampliar os negócios é sempre um desafio para qualquer empresário. Mas você pode criar um e-commerce e começar a vender online.

A boa notícia para você que é empresário e tem sua loja física é que o e-commerce vem crescendo rapidamente aqui no Brasil. O varejo físico, por sua vez, registra um crescimento bem mais discreto. Enquanto as lojas online cresceram 28% em 2013, o varejo físico cresceu apenas 5%.

No entanto, a fatia que o e-commerce ocupa dentro do varejo total ainda é muito pequena (5%). Nos Estados Unidos e na Inglaterra, países em que o comércio eletrônico já está mais consolidado, essa porcentagem de lojas virtuais dentro do mercado total é consideravelmente maior (10% e 12%, respectivamente).

O que podemos concluir a partir deste raciocínio, portanto, é que vale a pena sim investir no comércio eletrônico brasileiro.

A seguir, apresentaremos os motivos para que uma loja física também esteja no mundo online. Observe:

1. Sua audiência já está na online

Mais da metade dos brasileiros já têm acesso à internet. É um número gigantesco de pessoas que navega diariamente pela rede de computadores.

Em meio a esse mar de gente, em algum lugar certamente está o seu público-alvo. Tendo uma loja profissional e fazendo anúncios patrocinados em ferramentas como Google e Facebook, invariavelmente você conseguirá alcançar pessoas interessadas nos seus produtos.

2. Sua audiência procura online para comprar na loja física

De acordo com um estudo da consultoria Accenture, 88% dos consumidores já pesquisaram produtos online para depois comprá-los numa loja física.

Procure ter um catálogo completo do seu negócio na internet, pois isso pode ser útil para os consumidores que tem receio de comprar pela internet e também para você, que poderá direcionar a venda para a sua loja física.

3. Seu alcance online é muito maior

Enquanto numa loja física (de pequeno e médio porte, claro) você está restrito a um bairro ou no máximo a uma cidade, numa loja online você tem um alcance muito maior, podendo entregar para todo o Brasil e até para todo o mundo se quiser.

Se você tem planos de tornar sua marca “nacional” ou até “global”, criar um e-commerce pode ser o caminho mais fácil.

Um exemplo de sucesso neste caso é a Netshoes, que começou como um “puxadinho” e atualmente é uma gigante do comércio eletrônico brasileiro.

4. Certos itens podem ser encontrados mais facilmente na internet

Imagine que você é um torcedor do Paysandu e mora em Porto Alegre. Na capital gaúcha, dificilmente você encontrará a camisa de um time de futebol paraense, mas na internet certamente esse item estará disponível em alguma loja.

Para itens regionais, comprar online é infinitamente mais simples.

5. Certos itens você só encontra na internet

Certos livros e filmes mais antigos, por exemplo, você só encontra à venda na internet. Ocasionalmente você pode até encontrá-los numa loja física, mas e para achar essa loja, como fazer? É basicamente como procurar uma agulha num palheiro, pois nem todas as grandes lojas vendem raridades.

O mundo virtual traz essa facilidade de possibilitar encontrar o produto que você deseja e sem te dar o trabalho de deslocamento até um endereço físico. Aliás, se você vende algum tipo de antiguidade e/ou raridade e só trabalha “offline”, está perdendo uma enorme oportunidade de ampliar sua clientela.

6. Possibilidade de ampliar os canais de atendimento ao cliente

Tendo uma loja física você até pode estar presente nas redes sociais e fazer um atendimento personalizado por e-mail (além do tradicional telefone, claro), mas numa loja virtual você conseguirá ir além.

O primeiro passo é criar uma página de perguntas frequentes dentro do seu site. Com a página de FAQ bem estruturada, a chance de alguém vê-la e depois ainda precisar de outro canal de atendimento é bem menor.

Outra alternativa interessante é oferecer um chat online dentro da sua loja virtual para atender as principais dúvidas dos clientes.

7. Flexibilidade de horários

Enquanto a loja física tem um horário e dias específicos para abrir e fechar, na loja virtual você pode vender 24 horas por dia nos sete dias da semana.

Só fique atento caso os seus canais de atendimento tenham horários distintos. Se for esse o caso, é essencial deixar claro no site os horários em que sua equipe atende aos clientes.

8. Fator confiança

A falta de confiança é um ponto crítico do e-commerce. Ainda há muitas pessoas que deixam de comprar online por medo de fraudes, roubo de dados, etc. Neste ponto, empreendimentos que nasceram de uma loja física largam na frente, já que gozam de uma confiança maior.

Se algo der errado, o consumidor sabe que aquele lugar realmente existe e que poderá recorrer a ele em último caso.

9. Você já tem a experiência em vendas

Se você já é dono de uma loja física, vender está no seu sangue. Ao contrário das pessoas que criam uma loja virtual sem um conhecimento prévio, você já tem todo o background necessário para começar a vender, além de saber como fazer um negócio rodar, como controlar as finanças, etc.

Essa experiência adquirida ao longo dos anos como lojista “offline” contará a seu favor na hora de dar o start no empreendimento online.

10. Você já tem o estoque

Além da experiência, se você tem um espaço físico certamente já conta com um estoque próprio para organizar seus produtos. Caso opte por criar uma loja online, você poderá dividir o estoque entre os dois negócios e economizar um belo dinheiro.

11. Você já tem os primeiros clientes

Uma loja física que adere ao mundo online traz consigo parte dos clientes que já compram “offline” costumeiramente.

Portanto, assim que você criar seu e-commerce, divulgue ele no seu espaço físico e, se possível, ofereça cupons de desconto para que os visitantes desse espaço possam conhecer e comprar também no seu ambiente online.

12. O custo para operar online é mais baixo

Por fim, o custo para operar um e-commerce é infinitamente menor do que o custo para operar uma loja física. No mundo virtual, você estará isento de custos como o de aluguel de um espaço, por exemplo, algo que pesa (e muito!) no orçamento.

Outro ponto em que você poderá economizar é no número de funcionários. Na loja física, você necessariamente precisa de vendedores para atender os clientes e mostrar seus produtos. Já em lojas online, por mais que você até precise montar uma equipe para administrar o site, esse time será bem menor e consequentemente mais barato.

Resumo

Se você é um empreendedor e está analisando possibilidades de ampliar o seu negócio, fazer com que a sua loja física vá para a internet pode ser a jogada certa. Esperamos que esses 12 motivos sejam suficientes para te convencer e te ajudar a criar um e-commerce.

Se você se convenceu, que tal testar os 15 dias gratuitos da plataforma da Nuvem Shop e ter seu e-commerce no Brasil hoje mesmo? É simples, rápido e o melhor, sem a necessidade de conhecimentos técnicos. Aproveite, cadastre-se agora!!

Categorias
Redes Sociais

Como usar o Snapchat para o seu negócio

Como usar o Snapchat para divulgar a sua empresa e gerar mais vendas para o seu negócio.

O Snapchat é um aplicativo usado para envio de texto, fotos e vídeos instantâneas e é usado hoje em dia por marcas que buscam proximidade com o seu público.

Todo conteúdo publicado no app só pode ser visto uma vez e é apagado logo em seguida. O Snapchat também possui um recurso chamado Lenses, que filtros divertidos com efeitos exclusivos para as fotos e selfies.

Uma função muito usada por empresas é o Stories, uma opção que permite criar uma pequena narrativa com fotos e vídeos e é visível para todos os contatos no seu “perfil”.

Assim como as mensagens comuns, este conteúdo também tem data de validade, mas pode ser visto várias vezes antes de desaparecer.

Alguns dados do Snapchat

  • 70% dos usuários são formados por mulheres
  • 18% dos usuários do iphone utilizam o Snapchat
  • São compartilhados aproximadamente 400 milhões de Snaps por dia
  • Só nos EUA já são 26 milhões de usuários ativos

Passo a passo para usar o Snapchat para o seu negócio

  1. Baixe o aplicativo do Snapchat no Google Play ou na Apple Store
  2. Faça o seu cadastro
  3. Crie o seu perfil
  4. Nas configurações ative para que todos possam ver sua história e enviar snap’s
  5. Gere conteúdo exclusivo e relevante como divulgação de novos produtos, crie cupons de desconto, mostre os bastidores do seu negócio
  6. Publique na sua história

Confira abaixo alguns perfis de empresas que você pode se inspirar

  • Lacoste
  • Bel Pesce
  • Redbull
  • McDonalds
  • Starbucks
  • Tacobell
  • Coca-cola

Quer ficar por dentro de tudo que você pode fazer no Snapchat para o seu negócio? Assine nossa newsletter e continue nos acompanhando.

Categorias
Redes Sociais

Como fazer chamada de voz e vídeo em grupo no Whatsapp

Neste post você vai aprender como fazer chamada de voz e vídeo em grupo no Whatsapp

Um recurso muito esperado pelos usuários do Whatapp é a chamada de voz e vídeo em grupo.

O Whatsapp anunciou que está liberando gradativamente as chamadas de voz e vídeo em grupo para os usuários do Android e iPhone (iOS). Inicialmente a empresa ia liberar somente para usuários beta, mas resolveu liberar para todos.

Saiba como fazer chamadas de voz e vídeo em grupo no Whatsapp

Como tudo no Whatapp, é bem simples, basta você pressionar o ícone de chamada de voz ou vídeo, quando começar a chamar aparecerá no canto superior da tela um novo ícone, um sinal de + com um avatar, clique nele para adicionar as pessoas a chamada (Veja na imagem abaixo).

Passo a Passo de como fazer chamada de video em grupo no Whatsapp
Passo a Passo de como fazer chamada de video em grupo no Whatsapp

PASSO A PASSO PARA FAZER CHAMADAS DE VOZ E VÍDEO EM GRUPO

  1. Pressione o ícone de chamada de voz e vídeo, como se fosse fazer uma ligação
  2. Quando começar a chamar, aparecerá um novo ícono no topo, pressione ele
  3. Após pressionar selecionar as pessoas que vão fazer parte da chamada em grupo
  4. Pronto, você já pode falar com seus amigos e familiares

IMPORTANTE

Somente pessoas que tem este recurso habilitado ou atualizou seu aplicativo com este recurso poderá ser adicionado. O legal também é que qualquer um que esteja na conversa pode adicionar participantes.

LEMBRANDO…

Por enquanto as chamadas de voz e video no Whatsapp permitem somente 4 pessoas simultaneamente :'(

Mas já é muito legal, você pode utilizar este recurso no trabalho, na escola, entre os amigos e familiares ou para transmissões (shows e eventos por exemplo).

#FicaADica 🙂