Categorias
Google

Novo Google Chrome está a caminho

Google Chrome será o próximo produto a receber o material design

O Google divulgou essa semana que em breve vai liberar uma nova versão do Google Chrome. O navegador, que é líder de mercado atualmente, passará por algumas mudanças, principalmente de design.

Seguindo a linha de outros produtos como o Youtube, o Google Chrome receberá o material design, conceito criado pelo Google para padronizar o design de seus aplicativos e produtos.

Se você é tipo nós (rsrs) e não aguenta esperar, o Google liberou a versão beta do Google Chrome, chamada de Canary.

Categorias
Google

Google Adsense comemora 15 anos hoje

Google Adsense está comemorando 15 anos hoje

Com certeza (absoluta) você já clicou em algum anúncio na internet do Google Adsense. Ele não só ajuda as pessoas com publicidade direcionada e de qualidade como também ajuda as empresas a rentabilizar o seu conteúdo e vender produtos e serviços.

Pensar a internet sem o Google Adsense é difícil, me arrisco a afirmar que para produtores este é o melhor sistema de afiliados que a internet tem hoje.

Não só pela qualidade, mas pela facilidade e segurança que nós produtores temos em veicular publicidade em nosso site/blog.

É verdade que o Adsense já pagou mais pelo clique e pelas visualizações, mas temos que dar um voto de confiança para o serviço em si, pois ele vem se aprimorando a cada dia e trazendo novas opções de publicidade, inclusive para celular.

Parabéns ao Google Adense, que venham mais 15 anos.

Confira abaixo o vídeo que o Google liberou em comemoração aos 15 anos:

Categorias
Google

Google muda design e cores dos ícones da Play Store

As cores andam mais vívidas pelos lados do Google na Play Store.

A loja de aplicativos da gigante da tecnologia – Play Store está atualizando seus ícones a partir desta segunda-feira (04), com cores mais brilhantes e chamativas e um design que se assemelha mais com o novo logo da empresa, lançado no ano passado.

O logo do Google Play não é mais formado por tons gradientes de cores, e agora tem um visual com cores sólidas e vibrantes. A atualização está sendo disponibilizada para os usuários aos poucos, então você terá tempo para se acostumar com as mudanças.

As categorias da plataforma também ganharam mudanças, com cada uma delas apresentando uma cor específica.

Via Canaltech e The Next Web

Categorias
Google

Conheça a Casa Google, recheada de doces e produtos da marca

Já imaginou como seria a casa Google?

Certamente, além de muita tecnologia, seria regada a muito doce, especificamente marshmallow (nome da nova versão do Android).

Para matar a curiosidades de muitos, a gigante das buscas resolveu simular a casa Google conectado aos produtos da marca, confira algumas fotos:

casa-do-google
No hall de entrada, a recepção fica a cargo do robô símbolo do Android, que não nega marshmallow a seus visitantes
casa-do-google
Além de um relaxante banho de espumas, o robozinho do Android não dispensa nem no banheiro o uso da tecnologia
casa-do-google
No quarto, não podia faltar o televisor e o suporte da assistente de voz do Google, que está a disposição para responder as mais variadas perguntas e a ajudar na programação do dia
casa-do-google
Na parte mais gostosa da Casa Google, os convidados são recebidos pelas youtuber Danielle Noce, que ficou famosa por usar a plataforma de vídeos para divulgar receitas bem humoradas de confeitaria. O Youtube, segundo o Google, conta com mais de 2.600 anos de vídeos de culinária e receita
casa-do-google
Na área externa, uma bom lugar para descansar e tirar selfies. E é nesse ambiente que o Google aproveita para expor seu serviço de armazenamento de fotos e vídeos

Veja a galeria completa aqui

Via UOL Tecnologia

Categorias
Google

Google lança recurso que responde seus e-mails por você

Se você ainda tinha dúvidas de que o Google lia seus e-mails, agora eis a prova definitiva de que a empresa não só sabe o que está sendo dito como ainda vai responder essas mensagens para você.

Batizado de Smart Reply, o novo recurso do Google lançado pela companhia chega para facilitar a vida dos usuários ao trazer respostas rápidas para as conversas dos e-mails.

Mas calma, seus contatos não vão receber textos enviados por robôs e tampouco os funcionários do Google vão fazer hora extra para confirmar que você recebeu o recado daquela reunião de amanhã. O que a companhia está testando atualmente no Inbox é uma forma simples de agilizar esse processo. Para isso, ela lê o conteúdo da mensagem e oferece botões com possíveis respostas para aquela questão. Em outras palavras, funciona quase como as sugestões que o teclado de seu smartphone já oferece, mas de maneira muito mais invasiva.

O próprio Google demonstrou a funcionalidade do Smart Reply em seu blog oficial. Caso você receba um e-mail perguntando sobre algum arquivo específico, o sistema oferece pequenos atalhos para que você responda que sim, que não ou que vai dar uma procurada melhor. Segundo o engenheiro de software da empresa, Bálint Miklós, essa é uma novidade feita para ajudar as pessoas a economizarem alguns minutos preciosos na hora de digitar mensagens simples.

E até mesmo no caso de conversas maiores, o recurso pode ser usado como “porta de entrada”, ou seja, trazendo uma resposta rápida, mas que pode ser complementada como você achar melhor.

Para isso, explica Miklós, o Smart Reply usa a estrutura do Inbox para identificar os e-mails que precisam de respostas e, a partir disso, cria sugestões de mensagem com uma linguagem informal e que podem ser enviadas com um único clique. A ideia é que, como toda tecnologia do Google, essa novidade seja aprimorada com o tempo e passe a oferecer textos cada vez mais próximos do tipo de linguagem que você utiliza em suas conversas a partir das suas escolhas.

Ficou curioso? Então talvez seja preciso esperar um pouco mais para conferir como isso vai funcionar na prática. A função deve começar a aparecer ainda nesta semana na versão em inglês do Inbox e não há qualquer previsão de quando isso vai ser liberado para outros idiomas.

Via Canaltech

Categorias
Google

Pesquisas no Google feitas por aparelhos móveis superam as de desktop

Celular é a nova realidade. Pesquisas em aparelhos móveis superam as de desktop.

Em uma conferência sobre campanhas digitais realizada nesta terça-feira (5), o Google anunciou que o número de pesquisas feitas em sua ferramenta de busca através de dispositivos móveis finalmente superou o das que feitas através de PCs. Segundo Jerry Dischler, um dos executivos da empresa, essa virada aconteceu em pelo menos 10 dos principais mercados do mundo, incluindo EUA e Japão. Dischler não citou outros países e também não mencionou quando essa mudança ocorreu. Enfim, as pesquisas em aparelhos móveis superam as de desktop.

Além do marco histórico, a mudança pode significar alterações importantes nos direcionamentos do gigante das buscas. As propagandas posicionadas ao lado dos resultados das pesquisas através de browsers de desktop são consideradas como os anúncios mais lucrativos do marketing digital. Mesmo assim, o preço por esses anúncios tem caído seguidamente ao longo dos anos.

Uma das causas apontadas pelos especialistas para essa queda de preço é justamente a ascensão do uso de aparelhos móveis para realizar as pesquisas no buscador, e que os anúncios dos dispositivos móveis não rendem as mesmas taxas dos realizados nos PCs.

As mudanças do Google

De qualquer forma, o chefe de finanças do Google, Patrick Pichette, disse que a empresa está vivenciando um fortalecimento de seus recursos de busca mobile, e que o preço por cliques em seu sistema de pesquisas continua crescendo dia após dia. Segundo Pichette, a queda de rendimentos com anúncios pela qual a empresa passa (e que foi confirmada na receita do primeiro trimeste de 2015, divulgada recentemente) deve-se às propagandas no YouTube.

Mesmo assim, o Google está tomando medidas para melhorar seus anúncios na área mobile. Durante a conferência desta terça-feira, o gigante das buscas apresentou algumas novas ideias para melhorar sua propagandas nos smartphones, tablets e afins, exibindo anúncios mais amigáveis a essas plataformas mobile, incluindo um uso maior de imagens e sensibilidade a comandos, como passadas de dedo.

Outro plano do Google para manter esse crescimento em suas buscas feitas através de smartphones e tablets é a manutenção do acordo com a Apple, que torna o gigante das buscas a ferramenta oficial do Safari no iPhone, e que está prestes a expirar.

Vale notar que não depende apenas do Google melhorar sua presença nas buscas feitas via gadgets, uma vez que muitos usuários utilizam aplicativos de buscas mais específicos, dependendo do que desejam — ou seja, pesquisam sobre restaurantes em apps de comida, sobre baladas em aplicativos para festas, e assim por diante — eliminando o intermediário Google.

Via Canaltech

Categorias
Google

Google Store, a loja online do Google

O Google já possui uma loja na qual vende músicas, filmes, livros e aplicativos, a Google Play, e, a partir de hoje, a companhia conta também com uma loja própria para vender todos os dispositivos fabricados pela gigante da web. A Google Store é uma página onde estão a venda Chromebooks, smartphones e tablets Nexus, dispositivos Android Wear, Chromecast e muito mais.

A loja conta com diversos departamentos. Nas seções “Smartphones” e “Tablets”, apesar de serem nomeadas no plural, há apenas um modelo disponível em cada uma: Nexus 6 e Nexus 9, respectivamente. Na guia “Chromebooks” é possível ver diversos modelos do notebook do Google, inclusive o novo Pixel.

Em “TV e vídeo”, estão disponíveis os gadgets multimídias da empresa, como o Chromecast, o Nexus Player e o Gamepad, joystick para o Nexus Player. Na guia “Android Wear”, os consumidores encontrarão diversos relógios inteligentes que usam o sistema Android, como o Asus ZenWatch, o Motorola Moto 360 e o Sony SmartWatch 3, entre outros.

A guia “Nest” exibe dois gadgets do Google para residências, sendo eles um termostato inteligente e um alarme detector de fumaça. Por fim, há ainda a seção “Acessórios”, na qual estão à venda capas para tablets e smartphones, bem como acessórios para o Google Glass e docks para os aparelhos da companhia.

Disponível somente nos EUA

Atualmente disponível apenas nos Estados Unidos, a loja deve se expandir para outras localidades — pelo menos é o que indica a tradução completa da loja estadunidense para o português brasileiro e também um aviso de que ela “ainda não está disponível aqui”. Entretanto, é possível navegar por toda a loja dos EUA diretamente aqui do Brasil, mas nenhum dos produtos ainda está à venda.

Vale lembrar que o Google já possui uma loja para vender seus próprios produtos físicos, a Google Merchandise Store. A página, que pode ser acessada por meio deste link, vende produtos com a marca Google, como camisetas, cadeiras, mochilas, garrafas, chaveiros, blocos de nota, canetas, bolas, moletons e muito mais.

Via Canaltech

Categorias
Google

O que as pessoas buscam no Google

Que o Google é o oráculo da pós modernidade isso todos já estão cansados de saber. Descubra no infográfico abaixo como as pessoas se consultam nesse oráculo. Veja as coisas mais esquisitas (e assustadoras) que os internautas procuram no Google segundo pesquisa conduzida pela empresa australiana Search Factory.

gog-1 gog-15 gog-14 gog-13 gog-12 gog-11 gog-10 gog-9 gog-8 gog-7 gog-6 gog-5 gog-4 gog-3 gog-2

 

Via aoquadrado

Categorias
Google

Aprenda a falar inglês com o Google Spell Up

google-spell-up

O Google lançou um novo experimento para o Chrome que oferece um jogo interativo para aprender inglês. Spell Up requer a interação do usuário através da voz e exige que o mesmo soletre palavras para conquistar novos níveis.

“Nós trabalhamos com designers de jogos e professores para fazê-lo divertido e educativo. O objetivo do jogo está em soletrar corretamente as palavras que você ouve e empilhá-las para construir a torre mais alta que puder – letra por letra, palavra por palavra”, menciona a empresa em seu blog oficial.

“Quanto mais alta a torre fica, mais difíceis são as palavras: Você será solicitado a pronunciar corretamente as palavras, resolver palavras cruzadas e palavras misteriosas”.

Conheça http://chrome.com/spellup

Via Google Discovery

Categorias
Google

Google baniu 350 milhões de anúncios irregulares em 2013

Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

Ao longo de 2013, o Google removeu mais de 350 milhões de anúncios irregulares de seus sistemas, conforme divulgado pela companhia na ultima sexta-feira, 17. O número representa um grande salto em relação ao ano anterior, quando foram 220 milhões.

Por outro lado, a quantidade de anunciantes que foram enquadrados pela empresa caiu consideravelmente, indo de 850 mil em 2012 para 270 mil no ano passado.

Também houve redução quanto aos golpes envolvendo falsificação. Se em 2012 já havia ocorrido queda de 47%, em 2012 o declínio foi de 82%. Talvez por causa disso também diminuíram (em 78%) as reclamações sobre esse problema.

No último ano, o Google baniu algo em torno de 14 mil anunciantes por tentarem vender falsificações pelos sistemas da gigante de buscas, uma queda superior a 80% em comparação com 2012.

Via: Olhar Digital