Imagem Divulgação

Ao todo, foram realizadas 29,6 milhões de compras, com valor médio de R$ 346 cada

A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico e o e-Bit lançaram nesta quarta-feira (22/08) a 26º edição do relatório Webshoppers. O estudo é resultado de uma pesquisa realizada pelo e-Bit junto a 8 mil lojas virtuais.

O relatório aponta que o comércio eletrônico no Brasil cresceu 21% no primeiro semestre de 2012, faturando R$ 10,2 bilhões. Neste período, 5,6 milhões de pessoas fizeram sua primeira compra online, somando 37,6 milhões de e-consumidores.

Nos seis primeiros meses do ano, foram realizadas 29,6 milhões de compras em e-commerce, com valor médio de R$ 346 cada, montante que supera os 25 milhões de pedidos registrados no mesmo período do ano passado. A expectativa de crescimento para o segundo semestre é de 20%, com faturamento de R$ 22,5 bilhões.

Dentre as categorias de produtos mais vendidos estão: as de eletrodomésticos, saúde, beleza e medicamentos (empatadas en primeiro lugar com 13%); em seguida vêm moda e acessórios( com 11%); livros, assinaturas de revistas e jornais (10%); e produtos de informática (9%).

Já o mercado de compras coletivas, no primeiro semestre, totalizou 12 milhões de cupons vendidos, com valor médio de R$ 60. Ao todo foram mais de 83 mil ofertas anunciadas. O estudo ainda mostra que, em junho de 2012, 1,3% das compras online foram realizadas por meio de aparelhos móveis. No mesmo período de 2011 esse indicador era de 0,3%.

Amazon

Nesta edição do Webshoppers, foi realizado um levantamento sobre a chegada da Amazon no Brasil. A pesquisa ocorreu entre 3 e 12 de agosto e contou com 3.125 respostas.

Do universo pesquisado, 26% das pessoas já compraram na Amazon e gastaram, em média, R$ 158 em sites internacionais. Mas, na Amazon eles chegam a desembolsar R$ 172. Porém o valor é inferior ao gasto na BestBuy, que tem um gasto médio de R$ 212.

Índice FIPE Buscapé

Nos últimos 12 meses, de junho de 2011 a junho de 2012, a radiografia de preços do setor realizada pelo relatório FIPE Buscapé registrou uma queda de -7,07 % nos preços dos produtos vendidos no comércio eletrônico. A categoria com maior queda no período foi a de eletrônicos (-14,85%), seguido de telefonia (-13%) e eletroeletrônicos (-14,85%).

Via: Olhar Digital