Alerta: reutilização das senhas facilita crimes online

Google Imagens

Crescente número de sites que exigem cadastramento estimulam a reutilização de caracteres e facilitam o trabalho dos cibercriminosos

Joseph Bonneus, pesquisador da Universidade de Cambridge, descobriu os perigos de usar as mesmas senhas em lugares diferentes. De acordo com seu blog, mesmo que a pessoa tenha uma senha com longa sequência de letras, números e caracteres especiais, elas se tornam menos eficazes se usadas para acessar diversos ambientes.

O grande problema é que se um criminoso virtual consegue roubar a senha de um dos serviços que o internauta acessa, já se torna um bom ponto de partida para conseguir descobrir outras senhas do mesmo usuário.

Bonneua comparou informações roubadas em dois sites diferentes, rootkit.com e gawker.com. Nas duas páginas, ele encontrou uma intersecção de 456 endereços de email legítimos e a taxa de repetição de senhas entre os endereços foi de pelo menos 31%. A porcentagem aumentaria para 43% se fossem contabilizadas as senhas similares, que apenas se diferenciavam pelas letras maiúsculas e números adicionados a palavras.

No entanto, isso não é novidade. Em 2006 a ONU (Organização das Nações Unidas), por meio da União Internacional de Telecomunicações – organização que visa à padronização e regulamentação de ondas de rádio e telecomunicações internacionais – desenvolveu um relatório alertando os internautas para os riscos da reutilização de senhas. Já naquela época, a organização explicou que o crescente número de sites e serviços que exigem cadastramento estimulam a reutilização de senhas facilitando o trabalho de hackers.

 

 

Fonte: OlharDigital

Deixe sua dúvida ou comentário

Isso pode te interessar