Início » Microsoft cancela planos de TV pela Internet

Microsoft cancela planos de TV pela Internet

Microsoft
Microsoft cancela planos de TV pela Internet

A Microsoft suspendeu temporariamente suas conversas com empresas da mídia sobre um novo serviço de assinaturas online de programas de TV e filmes, segundo fontes próximas das discussões.

A gigante da tecnologia estava envolvida em intensas negociações com potenciais parceiros de programação ao longo de mais de um ano e esperava lançar o serviço nos próximos meses.

Mas ela recuou após decidir que os custos de licenciamento eram muito altos para o modelo de negócios visado pela empresa, segundo as fontes.

“Eles desenvolveram o Microsoft TV, fizeram uma demonstração para nós, pediram listas dos preços de publicidade e depois disseram ‘ah, isso é caro'”, disse um alto executivo do setor de mídia envolvido nas negociações.

Um representante da Microsoft não quis comentar o assunto.

Versões anteriores do serviço de televisão da Microsoft incluíam uma variedade de ferramentas avançadas como a possibilidade de mudar canais com controle por voz e movimentos.

Como o da Netflix, o serviço da Microsoft também permitiria usuários a opção de pagar uma taxa mensal para um pacote de programação que não fosse de uma companhia local de TV a cabo ou satélite. Mas, diferentemente da Netflix, a Microsoft esperava exibir programas atuais e programação ao vivo em seu serviço, o que elevaria muito o custo.

A Microsoft ainda trabalha com o setor de televisão para distribuir programas pela Internet, mas em vez de tentar fazer os clientes substituírem os pacotes de TV a cabo, está se focando em distribuir a programação por seu videogame Xbox para os assinantes de TV a cabo já existentes.

Na feira Consumer Electronics Show, nesta semana, por exemplo, a Microsoft e a News Corp anunciaram uma parceria que permitirá que Fox Broadcast, Fox News, IGN e o The Wall Street Journal ofereçam aplicativos em seu serviço Xbox Live.

Embora a Microsoft tenha adiado os planos de avançar no segmento por enquanto, empresas como Google e Amazon têm continuado seus planos para penetrar no bilionário mercado de TV paga norte-americano, dominado por distribuidoras como a Comcast e o DirecTV Group, e produtoras de conteúdo como Walt Disney Co e Time Warner Inc.

Fontes do setor de mídia, contudo, também disseram que, embora a Microsoft tenha suspendido as conversas, há esperança de que a companhia volte à mesa de negociações.

 

Fonte: Info

PUBLICIDADE

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no telegram
Telegram
Afraneo Galan

Afraneo Galan

Fundador da Lemonblue, atua com internet e marketing digital há mais de 15 anos. Formado em Comunicação Digital, já trabalhou com grandes clientes e portais de conteúdo como G1, Globo.com, Claro, MTV e Oi FM.
PUBLICIDADE

Últimas publicações...

Buscar notícia

PUBLICIDADE