A universidade de Stanford tem um grupo de estudos especializado em credibilidade na web. Eles desenvolveram uma lista dos 10 itens que mais influenciam a credibilidade de um site, o que é muito importante para o bom desempenho de qualquer coisa na internet.

Veja o que seu site precisa respeitar para ser respeitado na internet:

1 – Facilite a verificação das informações do seu site

Se as informações do seu site são confiáveis, não tem por quê esconder as fontes. Disponibilize o link de onde você tirou a informação; cite nomes e referências .

2 – Mostre que existe uma instituição organizada por trás do projeto

Transfira a autoridade de organizações respeitadas para o conteúdo. Funciona como um “Page Rank Cognitivo”. Exiba logomarcas, números de registros, entre outras informações oficiais que demonstrem que seu site tem bala na agulha.

3 – Realce a experiência da organização nos serviços que oferece e nos conteúdos que disponibiliza

Você tem um conteúdo de qualidade? Os profissionais da sua empresa são os melhores do mercado? Exponha e explore isso de maneira objetiva. Diga também a quanto tempo sua empresa está no mercado, exiba cases de sucesso, depoimentos de parceiros, clientes, etc.

4 – Mostre as pessoas honestas e confiáveis por trás do projeto

Exiba nomes. Forneça contatos pessoais na medida do possível. Se o usuário tem acesso fácil a quem está envolvido com o desenvolvimento de um site ele pode esclarecer suas desconfianças pessoalmente.

5 – Facilite o contato

Quem não deve não teme. Os usuários se sentem seguros ao saber que podem fazer contato com o site rapidamente e por diferentes caminhos. Não esqueça de sempre responder os contatos.

6 – O design do seu site deve parecer profissional (ou apropriado para sua finalidade)

Aí está um dos fatores que atestam a importância da beleza do layout na usabilidade. Ninguém confia em um site feio ou com aparência amadora.

7 – Faça seu site fácil de utilizar, e útil

Problemas de usabilidade também evocam amadorismo, além de irritar o usuário, prejudicando as conversões. Sites que não servem pra nada, então, não é preciso nem comentar.

8 – Atualize seu site freqüentemente (ou pelo menos mostre que foi revisado recentemente)

Uma das coisas mais legais da internet é o dinamismo. Mesmo se um site tem conteúdo estático (página institucional, por exemplo), ninguém vai confiar muito se a última atualização foi no tempo dos dinossauros.

9 – Seja moderado com conteúdos promocionais (anúncios e ofertas)

Quando a esmola é demais, o santo desconfia. Mas além da desconfiança comercial (produtos baratos demais, por exemplo), se mais de 70% da área do site é tomada por banners e links patrocinados, é porque o conteúdo é duvidoso ou não deve ser muito importante.

10 – Evite todo o tipo de erro, por menor que seja.

Bugs também são fortes indícios de amadorismo e de deficiências no projeto. É melhor uma funcionalidade que não existe do que uma que não funciona.

Como você pode ver ter um website exige cuidado e é pra isso que estamos aqui. Se você tem um site e precisa de ajuda para adequar ele ao seu público, não deixe de entrar em contato conosco 😉

Aqui você pode conferir o texto original.

#ficaAdica 🙂