Renata Pereira Moraes, coordenadora do Estudar Fora: apoio a jovens talentosos

Renata Pereira Moraes, coordenadora do Estudar Fora: apoio a jovens talentosos

A Fundação Estudar estreia, na segunda-feira (17), um portal dedicado a preparar jovens brasileiros com idade até 35 anos para estudar fora do Brasil em colégios e universidades de ponta em países da Europa e Estados Unidos.

De acordo com Renata Pereira Moraes, coordenadora do portal Estudar Fora, o site reunirá serviços de treinamento e informações para orientar os estudantes que, antes, ficavam restritas aos frequentadores da Fundação Estudar, entidade fundada há vinte anos para fomentar o estudo fora do Brasil.

“Nossa fundação atua na qualificação de jovens talentos, enviando-os para as universidades e colégios mais avançados do mundo. Grande parte da nossa experiência, no entanto, não estava facilmente disponível para qualquer estudante, por isso, decidimos criar um portal para reunir todas estas informações”, afirma Renata.

Segundo a coordenadora do Estudar Fora, o portal reunirá dados para atender desde estudantes que já falam inglês fluente e apenas desejam tirar dúvidas sobre a vida fora do Brasil até iniciantes, que ainda precisam obter proficiência na língua estrangeira para tornarem-se aptos a disputar uma vaga numa instituição de ensino do exterior.

Oportunidades de bolsas, tipos de cursos disponíveis, onde morar e até dicas para adaptar-se à vida universitária em outro país serão publicadas no Portal. De acordo com Renata, o site atenderá alunos que desejam fazer o ensino médio no exterior, encontrar uma universidade ou mesmo fazer uma pós-graduação fora do Brasil. “Nosso enfoque é bastante amplo”, diz.

Além das informações sobre cursos, o portal reunirá ferramentas de treinamento, como vídeos em inglês e palestras ministradas por professores e ex-alunos de instituições de prestígio. “Os vídeos em inglês serão legendados, mas considero importante que o aluno ouça as explicações na língua estrangeira, como forma de habituar-se ao idioma que escutará em sala de aula”, afirma Renata.

Entre as iniciativas digitais da Fundação Educar está uma ação de crowdfunding que ajuda a financiar os estudos de jovens talentosos sem recursos. Um dos projetos em andamento busca arrecadar recursos para financiar os estudos da estudante Bárbara Cruvinel Santiago, 17 anos.

Bárbara concluiu o ensino médio no colégio Objetivo, na cidade de Santos, em São Paulo, e tenta arrecadar R$ 108 mil reais para estudar física na Universidade de Yale, nos Estados Unidos.

Via: Info