Início » Notícias » Google libera versão offline do Gmail e Docs

Google libera versão offline do Gmail e Docs

O Google anunciou hoje um novo aplicativo web para o Gmail e atualizações para o Calendário e Docs, que permitirão o acesso offline dos utilitários.

Para utilizar o Gmail offline, porém, é necessário instalar um aplicativo para o Chrome através da Chrome Web Store.

Este aplicativo foi desenvolvido para permitir o acesso, gerenciamento e envio de e-mails enquanto estiver desconectado da internet. A ferramenta foi desenvolvida com base nos padrões HTML5, que fornece capacidades de trabalhar offline.

O aplicativo, inclusive, é baseado na versão HTML5 do Gmail para tablets. O programa foca nas principais funções que os usuários precisam acessar enquanto estiverem offline (gerenciamento, arquivamento e responder e-mails), porém não dará acesso às ferramentas do Gmail Labs.

Além do Gmail, o Google também liberou o acesso offline ao Calendário e Docs. A função, disponível através do clique no ícone do programa no topo da página do Google, permite visualizar eventos e confirmar presença em reuniões no Calendário e visualizar documentos no Docs.

A edição offline de documentos não está disponível ainda, mas o Google afirma que pretende desenvolver essa capacidade. O problema principal para ativar essa função seria conseguir fazer com que as edições feitas offline não sejam ignoradas pelas edições feitas online.

Porém, não será possível utilizar a função offline sem o navegador Chrome, mas o Google afirma que em breve lançará a ferramenta para outros browsers assim que eles começarem a dar suporte a esta funcionalidade.

Fonte: Info

PUBLICIDADE

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Afraneo Galan

Afraneo Galan

Fundador da Lemonblue, atua com internet e marketing digital há mais de 15 anos. Formado em Comunicação Digital, já trabalhou com grandes clientes e portais de conteúdo como G1, Globo.com, Claro, MTV e Oi FM.
PUBLICIDADE

Buscar notícia

PUBLICIDADE