Imagem Divulgação

Kim Dotcom com sua esposa na Nova Zelândia; novo serviço irá criptografar arquivos para torná-los irreconhecíveis

A nova versão do Megaupload, serviço para o compartilhamento de arquivos que foi retirado da web em janeiro deste ano, vai se chamar apenas Mega, informou seu fundador, Kim Dotcom, à revista Wired.

Segundo Dotcom, o novo serviço irá funcionar de maneira um pouco diferente do original, porém, ainda assim, irá permitir a hospedagem de arquivos dos usuários.

Todos os arquivos carregados no serviço deverão ser criptografados. Para desbloqueá-los após o download, será necessário o uso de uma senha. “Sem a nossa chave, tudo o que for enviado para o site permanecerá fechado e privado”, disse ele.

Ao criptografar os arquivos, seria impossível para o Mega conhecer seu conteúdo, o que lhe isentaria da responsabilidade de excluir dados protegidos por direitos autorais.

Ao mesmo tempo, Dotcom afirma que os estúdios de cinema e gravadoras terão um canal para denunciar links com conteúdo ilegal para remoção. Dessa forma, ele espera legitimar a operação do serviço.

Além do Mega, o empresário trabalha também no desenvolvimento de uma nova loja de música digital chamada Megabox. De acordo com seu plano de negócio, o artista ficaria com 90% das receitas das vendas enquanto à plataforma restaria os outros 10%.

Segundo Dotcom, ambos os serviços devem estrear ainda este ano.

Via: Info