Imagem Divulgação

Imagem Divulgação

Presença do vendedor inibe consumidores e os estimula a comprar por impulso

Pesquisa realizada pelo comparador de preços Kuantokusta, em parceria com a Netquest, revela que as compras via internet são mais conscientes que as feitas em lojas fisicas. Esta é a opinião de 61% dos entrevistados.

A justificativa é simples: a presença do vendedor, que faz uso intensivo de argumentos para tentar convencer os clientes, inibe o raciocínio e estimula a comprar por impulso. Segundo o levantamento, 57% dos respondentes disseram se sentir pressionados em lojas físicas.

O estudo contou com a participação de 1081 pessoas e foi realizado com o objetivo de traçar o perfil de compra dos e-consumidores. Ao serem perguntados sobre quando foi a última vez em que se arrependeram de uma compra, 43% responderam que ela foi realizada em uma loja física, 28% em uma loja online e 29% não se lembram.

“O resultado ressalta, mais uma vez, que o consumidor gosta de tempo para analisar o produto, avaliar se realmente precisa dele para formar uma decisão de compra consciente e a compra online proporciona isso”, analisa o CEO do Kuantokusta, Flávio Pagotto. Para 32%, a prática de comprar por impulso acontece com mais frequência no processo presencial. No mundo virtual, a taxa cai para 24%.

A pesquisa também mostrou que 54% das pessoas que compram em lojas físicas estão acompanhadas. Já na internet, 73% realizam suas aquisições sozinhas. “Geralmente as pessoas precisam da opinião de alguém confiável e não têm muitas informações sobre o produto. Quando a compra acontece pela internet é mais fácil de encontrar informações e, por isso, elas se sentem mais seguras”, explica o CEO do Kuantokusta.

Via: Olhar Digital