Início » E-commerce » Vendas pela internet terão novas regras

Vendas pela internet terão novas regras

Google Imagens
Google Imagens

Presidenta Dilma Roussef vai propor um pacote de ações para defender o consumidor brasileiro na web

Nesta sexta-feira, 15, a presidenta Dilma Roussef vai lançar um pacote de ações para o comércio eletrônico com o objetivo de defender o consumidor brasileiro.

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, quem vender produtos quebrados pela internet terá de oferecer assistência técnica ao comprador. O decreto ainda prevê que o vendedor que prestar informações erradas em transações virtuais terá de devolver o dinheiro.

Atualmente o comércio virtual não tem uma legislação exclusiva para garantir os direitos do comprador. Sendo assim, a presidenta quer incluir a modalidade nas normas do Código de Defesa do Consumidor, com punições para quem não honrar as obrigações.

Os principais focos do decreto são: forçar a prestação de informações claras ao comprador, exigir cumprimento de prazos para entrega e fixar regras claras de pós-venda, como tempo de garantia e troca de produto com defeito.

O comércio virtual é uma das modalidades de consumo que mais têm crescido no país. Entre 2011 e 2012, houve aumento de 29% no volume de compras digitais, segundo dados da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico). Isso é mais do que o previsto pela e-bit, que estimava R$ 23,4 bilhões.

A ABComm ainda informou que, em 2012, 9 milhões de pessoas fizeram sua primeira compra digital no Brasil. Vestuário, acessórios e cosméticos foram os setores com melhor desempenho.

Via: Olhar Digital

PUBLICIDADE

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Afraneo Galan

Afraneo Galan

Fundador da Lemonblue, atua com internet e marketing digital há mais de 15 anos. Formado em Comunicação Digital, já trabalhou com grandes clientes e portais de conteúdo como G1, Globo.com, Claro, MTV e Oi FM.
PUBLICIDADE

Buscar notícia

PUBLICIDADE