Início » Google é condenado a pagar R$ 10 mil para usuária ofendida no Orkut

Google é condenado a pagar R$ 10 mil para usuária ofendida no Orkut

logo-orkut.jpg

O Google foi condenado por um juiz do Mato Grosso a pagar 10 mil reais a uma mulher de Cuiabá, que foi ofendida em uma comunidade do Orkut.

O juiz titular do Juizado Especial Cível de Cuiabá, Yale Mendes, conta que o processo alega danos morais devido a criação de uma comunidade chamada “A Caloteira”, onde os participantes ofendiam a vítima, acusando-a de promover calotes financeiros.

“Como o Google é o dono da rede social, é o que chamamos de responsabilidade objetiva, já que ele responde pelo Orkut. Isto é o que consideramos um defeito na prestação de serviços”, explica Mendes.

A comunidade, criada com o nome da vítima, ficou dois meses no ar, e foi retirada mediante liminar enviada por Mendes com o requerimento.

A intimação que obriga o Google ao pagamento da multa de 10 mil reais foi enviada no dia 1º de abril. “O Google tem até o dia 21 de abril para responder ou entrar com recurso”, diz o juiz.

Durante a CPI da Pedofilia, na qual o gigante de buscas teve de prestar contas sobre pedofilia no Orkut, o presidente da empresa, Alexandre Hohagen, assumiu o desafio de “limpar” a rede social.

FONTE: IDG Now!

PUBLICIDADE

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no telegram
Telegram
Afraneo Galan

Afraneo Galan

Fundador da Lemonblue, atua com internet e marketing digital há mais de 15 anos. Formado em Comunicação Digital, já trabalhou com grandes clientes e portais de conteúdo como G1, Globo.com, Claro, MTV e Oi FM.
PUBLICIDADE

Últimas publicações...

Buscar notícia

PUBLICIDADE