Justiça desiste de suspender o Facebook Brasil

Imagem Divulgação

Juiz voltou atrás na decisão depois que o Facebook entregou o endereço IP de dois usuários

De acordo com reportagem do UOL, o juiz Luiz Felipe Schuch, suspendeu neste sábado (11/08) a liminar que ordenava a suspensão do Facebook brasileiro por 24 horas. Segundo o magistrado, como o Facebook colaborou com a justiça, a liminar pôde ser suspensa. Colaborar, nesse caso, significou a identificação do número IP de dois usuários da cidade de Florianópolis que estariam envolvidos na criação da página “Reage Praia Mole”. As duas pessoas já foram notificadas e devem comparecer ao cartório eleitoral no prazo de cinco dias, para responder às acusações de Dalmo Meneses, vereador pelo PP, que se sentiu atingido por material postado na página de forma anônima.

Confira detalhes do caso clicando aqui.

Em resumo, a página denuncia um suposto uso irregular de uma área que faz parte de um parque na região da praia Mole. A página indica que no local deve ser construído um empreendimento imobiliário irregular. Como o vereador Dalmo Meneses é candidato à reeleição, o juiz entendeu a manifestação como uma infração da lei eleitoral e ordenou a retirada da página do ar.

Um terceiro internauta também foi identificado como participante na administração da página, mas não foi convocado a prestar esclarecimentos.

Via: Olhar Digital