Os 3 Ps do tempo

Neste post falamos um pouco sobre os 3 Ps do tempo

Que o nosso mundo está acelerando não é novidade. Parece haver cada vez mais decisões a serem tomadas por minuto. Atrasos são responsáveis por enormes prejuízos e pela perda de competitividade. Isso fez com que Ken Blanchard e Steve Gottry focassem o problema da administração do tempo no livro O gerente prazo e meta, da Editora Best Seller. Na obra, os autores afirmam que apenas fazer não é importante. O que diferencia os líderes e as equipes campeãs é fazer direcionado a uma meta específica. Para isso, é necessário respeitar os três Ps da correta administração do tempo, acompanhe:

Priorize

Segundo os autores, há quatro categorias de atividades diárias que todos nós enfrentamos: aquilo que queremos e precisamos fazer; aquilo que precisamos, mas não queremos fazer; aquilo que queremos, mas não precisamos fazer e aquilo que não queremos nem precisamos fazer. Um sinal de uma péssima organização do tempo é quando você, todos os dias, tem algumas tarefas que podem ser encaixadas no último tipo: aquelas que não quer nem precisa fazer.

As tarefas do segundo grupo também são perigosas. É normal criarmos atividades que sejam prazerosas, mas que não são importantes. Partes de rotinas e tarefas que ocupam nosso tempo e que, no fim das contas, resultam em pouco ou nenhum ganho para a companhia. É preciso se conscientizar que estar lotado de trabalho, pulando de uma reunião para outra, não significa que você está ganhando dinheiro ou fazendo a empresa avançar. Observe a missão e os valores da companhia. Analise a razão de ser da sua equipe. Assim, você irá identificar o que importa de verdade e quais tarefas realmente precisa cumprir.

Propriedade

No sentido de ser adequado, de estar encaixado nos padrões aceitáveis. Para os autores, propriedade significa uma lista do que é certo, composta de sete itens:

  1. Faça a coisa certa.
  2. Faça pelas razões certas.
  3. Faça com as pessoas certas.
  4. Faça na hora certa.
  5. Faça na ordem certa.
  6. Faça com intensidade.
  7. Faça pelos resultados certos.

Essa lista não apenas ajuda a determinar qual é a sua prioridade como também mostra o que deve ser feito para assegurar um bom desempenho. Fazer as coisas que precisam ser feitas do primeiro P e seguir a lista do que é certo garante entrega total a uma tarefa de cada vez, o que permite que as coisas sejam realizadas com mais qualidade e rapidez – ou de uma forma que você nem sinta. É mais ou menos a diferença de passar uma hora no cinema e uma hora no dentista. Seguindo a lista, tudo se encaixa no lugar e a tarefa flui de uma maneira tão certa e agradável como um bom filme.

Compromisso

Não é adequação à tradução: o terceiro P é mesmo uma palavra com C para que você lembre melhor da regra. Compromisso é traduzido pela frase: “Você precisa querer”. Você tem de estar comprometido com as coisas certas e que realmente importam, tanto em sua vida pessoal como profissional. Portanto, é preciso querer e se entregar completamente em cada tarefa.

Via Revista Liderança, por Cleverson Uliana

Deixe sua dúvida ou comentário

Isso pode te interessar